18 conclusões sobre Paris

1. Há quem insista em lembrar que mortes em Paris não valem mais do que mortes no Brasil. Quem insiste tem razão.

2. Há quem lembre que as mortes que todos os dias acontecem no Médio Oriente não valem menos do que as de Paris. Essas pessoas também têm razão.

3. A segunda parte desse raciocínio é que as mortes de Paris também não valem menos do que as do Brasil ou as da Síria.

4. Este atentado foi uma intervenção planeada e executada por uma organização político-militar que controla uma área maior que a Grã-Bretanha com um exército de milhares de soldados.

5. As mortes de civis na Síria são crimes de guerra. Este atentado não, pois não se lhe aplica a Convenção de Genebra.

6. Este atentado foi uma peça de teatro de terror, que começou com explosões durante um jogo que estava a ser visto por todo o mundo e terminou com o Estado Islâmico a gabar-se do seu ataque à “festa da perversidade” que era um show de rock e pessoas saírem à noite.

7. Estes psicopatas são bullys e nada mais do que isso. A civilização que estes proclamam defender é só eles mesmos e a sua leitura distorcida dos preceitos do Corão.

8. Quem do outro lado insistir que esta é uma guerra civilizacional só está a defender a si mesmo e à sua xenofobia. Esta é uma guerra contra um bando de bullys.

9. As 2as gerações de imigrantes sempre sentiram que não pertenciam a lugar nenhum e os países europeus não souberam lidar com isso. Os atentados são uma ampliação monstruosa dos carros quebrados no centro de Paris que se vêem há uns 20 anos.

10. Quem achar que em Portugal está tudo bem porque somos ótimos a integrar imigrantes deveria pensar na Cova da Moura ou do que aconteceu na Quinta da Fonte em 2008.

11. O passaporte sírio de um dos terroristas é provavelmente um truque do Estado Islâmico para acirrar os ânimos contra os refugiados e aumentar o seu poder de recrutamento no seio destes.

12. A guerra na Síria é um quebra-cabeças diplomático que o eixo EUA-Europa deixou andar até as consequências lhes baterem à porta.

13. Os refugiados que entram na Europa estão a fugir das mesmas pessoas que fizeram isto em Paris.

14. Acolher os refugiados é importante e a única solução humana possível.

15. Acolher os refugiados é tratar um sintoma, não curar a doença. A doença é a guerra na Síria.

16. A causa da doença é a manipulação eterna das políticas no Médio Oriente segundo os interesses do eixo EUA-Europa.

17. Eu tenho parentes e amigos em Paris. Temi por eles. E eu não gosto de temer que parentes e amigos sofram as consequências de um atentado terrorista.

18. A 2a Guerra Mundial também foi feita contra bullys. Os Aliados ganharam-na com maior força bélica, com melhor estratégia, com melhor diplomacia e com melhor espionagem. E essa, parece-me, é a forma de ganhar esta guerra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s